Miguel Nunes e João Paulo são os primeiros líderes do Rali Vinho Madeira, que foi para a estrada esta sexta-feira, aos comandos do Skoda Fabia R5 Evo.

A dupla da PlayTotal Racing entrou com o pé direito na prova organizada pelo Club Sports Madeira, conseguindo cimentar o primeiro posto, durante todo o dia, não o largando até final, apesar dos diversos ataques dos seus mais diretos adversários, Pedro Paixão e Alexandre Camacho, num autêntico “ora ganho eu, ora ganhas tu!”. 

Depois da prestação de maturidade na Calheta, o jovem piloto do Skoda Fabia R5, de primeira geração, tem dado que fazer ao líder do rali, não estivessem separados por 9 segundos, à entrada do derradeiro dia de competição, prometendo não baixar a guarda até à segunda passagem pelo Rosário, navegado por Luís Rodrigues. 

Terceiro posto para o atual campeão regional de ralis, Alexandre Camacho, tendo Pedro Calado, na «baquet» direita, que nos primeiros troços acusou a falta de ritmo e quilómetros, a bordo do Citroen C3 R5, contudo, a ida ao parque de assistências acabou por ser furtuita, com algumas alterações, a nível de «setup», que o permitiu chegar-se mais à frente e mostrar a Nunes e Paixão, que, igualmente, há que contar com ele, no que ao lugar mais alto do pódio diz respeito, estando a 1,2 do segundo classificado. 

Bruno Magalhães e Carlos Magalhães são quartos, com o Hyundai i20 R5, e primeiros do Campeonato de Portugal de Ralis, cumprindo, para já, na íntegra, todos os objetivos para a prova rainha do automobilismo madeirense, vencendo Campo de Golfe 2, mas já distante da luta pela vitória à geral. 

Na quinta posição surge a dupla espanhola José Maria Lopez e Borja Rozada, que se queixaram, ao longo do dia, de dificuldades em encontrar o «setup» ideal no Citroen C3 R5, acabando por não ter a confiança ideal nas várias zonas rápidas das oito especiais de classificação já realizadas e alguns erros nas notas. 

Totalmente habituado ao Citroen DS3 R5, João Silva, juntamente com Victor Calado, foram obrigados a mudar, neste Rali Vinho Madeira, o «chip» para o Skoda Fabia R5 Evo, e depois de um ano inactivo, só na parte da tarde, o piloto da FX Hotelaria começou a se aproximar da concorrência mais direta, rodando entre os cinco melhores “cronos”, demonstrando que com mais quilómetros, antes da prova organizada pelo Club Sports Madeira, poderia estar a discutir a vitória, que já se encontra a mais de 20 segundos, estando para já no sexto lugar.

José Pedro Fontes é sétimo classificado e segundo no CPR, navegado por Inês Ponte, seguido de Armindo Araújo, que se queixou de vários problemas no Skoda Fabia R5 Evo, sem solução em solo madeirense, o que prejudica a sua prestação, tendo como objetivo a colheita de pontos para o campeonato nacional, onde é o atual líder.

Encerram o «top-ten», Ricardo Teodósio e Pedro Meireles. O primeiro a só ter um bom «setup» no Skoda Fabia R5 Evo, na parte da tarde, enquanto o piloto do Volkswagen Polo R5 esteve, de novo, uns furos abaixo de outras prestações.

Para hoje estão agendadas mais 8 especiais de classificação, com início às 10h41 com a primeira passagem por Câmara de Lobos.

Para visualizar a classificação geral, clique aqui.